Arquivo

Archive for novembro \23\UTC 2009

Agência Senado – 17/11/2009 – Magno Malta volta a criticar projeto que criminaliza homofobia

23 de novembro de 2009 Deixe um comentário

Agência Senado – 17/11/2009 – Magno Malta volta a criticar projeto que criminaliza homofobia.

Anúncios

PROJETO VIDINHA inaugura Rede Social

17 de novembro de 2009 Deixe um comentário
Instituição de caridade inaugura rede social em Ning com objetivos de reunir amigos, colaboradores e mantenedores para ajudar a ONG que necessita de apoio para continuar trabalho de reeducação com crianças e adolescentes.
Antes de maiores informações, esta instituição chamada Projeto Vidinha, é uma ONG de cunho social infantil que, tem como objetivos reeducar crianças e adolescentes, mas não se limitando a apenas isso, muito além, desenvolvendo projetos sociais como a construção do laboratório de informática, que irá beneficiar meninos e meninas de diversas comunidades, além dos internos da entidade.
Estas ferramentas como: Blog, Rede Social Ning, Site e outros, servem para levar ao conhecimento de outras pessoas, a instituição, de forma que todos possam conhecer e entender melhor sobre a ONG e, assim, ajudar a realizar tudo que a organização tem para ser realizado, com o único intuito de beneficiar a quem tem necessidade.
Conheçam nossas ferramentas:

Conheça um pouco mais da história do Projeto Vidinha, acessando diretamente o perfil histórico da entidade.

Em Breve – Sonho Cristão

12 de novembro de 2009 Deixe um comentário
Qual é o sonho de todo cristão, verdadeiros critãos?
Ir ao céu e viver a eternidade ao lado de nosso Pai Celestial!
Sem toscanejar respondemos claramente a esta pergunta, agora, como fazemos para chegar até este objetivo?
Bom, aí, é necessário entendermos o que precisamos fazer para chegar a este patamar, de viventes celestiais.
Em breve eu estarei publicando aqui meus amigos, um artigo que tratará deste assunto, um tema importantíssimo para compreendermos a vontade de Deus para nossa vida.

Até lá !

Olhe dentro de si !

6 de novembro de 2009 Deixe um comentário

Como todo bom Cristão, em determinados momentos tentamos definir Deus, dizendo que Ele é maravilhoso, eterno, Pai e muitas outras coisas, e realmente É, entretanto, não nos priorizamos com a idéia de que não se pode fazer isso, definir Deus é limitá-lo, pois o nosso conhecimento é limitado, tendo em vista que tudo passa, mas a Palavra de Deus não, porque Ele é Onipotente, Onipresente e Oniciente. Em 1º Coríntios capítulo 1 versículo 19 diz: “Porque está escrito: Destruirei a sabedoria dos sábios, E aniquilarei a inteligência dos inteligentes.”

Antes de ter uma intimidade maior com Deus, eu dizia que Deus era a personificação de tudo o que é bom, amável, aceitável, de boa fama e índole e etc, mas depois que tive um encontro com Deus, percebi uma nova perspectiva e realidade, na verdade, tudo o que é bom, amável, aceitável, de boa fama e índole e etc, é a personificação de Deus, sabendo que mesmo assim estaríamos limitando-o, mas essa é apenas uma demonstração de minha admiração pelo meu Mestre, o Senhor Jesus.

Com base nessa forma de pensar, nasceu dentro de mim o desejo de me doar, mas o que eu poderia oferecer a alguém ?
É sempre essa a pergunta que ecoa na mente de todos que ainda não se lançaram a novidade de vida que é a caridade, até porque este é notoriamente um conflito entre a razão e a emoção, mesmo sabendo que a razão nem sempre tem razão, isso com base em conceitos individuais latentes em cada mente humana.

Vamos olhar para dentro de nós mesmo, analisar nossas emoções e independente do que se encontra, pedir forças ao Senhor Jesus para realizar a caridade, na forma mais global possível, pois a caridade não é somente ajudar pessoas pobres, mas compreender as dificuldades dos outros, seja pobre, seja rico, amar como a um irmão mais novo e defender a teoria a qual Jesus nos ensinou e nos deixou como herança, como diz em 1º Coríntios capítulo 13 versículos de 1 a 8 que diz: “(I Corintios 13:1) – AINDA que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine. (I Corintios 13:2) – E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria. (I Corintios 13:3) – E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria. (I Corintios 13:4) – O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece. (I Corintios 13:5) – Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal; (I Corintios 13:6) – Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade; (I Corintios 13:7) – Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
(I Corintios 13:8) – O amor nunca falha; mas havendo profecias, serão aniquiladas; havendo línguas, cessarão; havendo ciência, desaparecerá; ”

Deus abençoe, Alex.

Direto do Espaço

5 de novembro de 2009 Deixe um comentário

O perigo cósmico parece estar à espreita em todos os cantos da nossa galáxia. É por isso que os homens e mulheres que trabalham no Jet Propulsion Laboratory (JPL) em Pasadena, Califórnia, mantêm o céu sob vigilância constante para saber se algo pousa ou ameaça nosso querido planeta.

Você deve estar se perguntando: “Mas do que eles têm tanto medo?” Asteroides! Isso mesmo. Antigos escombros que viajam pelo universo, de todas as formas e tamanhos. Um asteroide em particular, chamado Apophis, foi descoberto em 2004, e, desde então, tem sido assunto para discussões calorosas. Calcula-se que ele tenha 2,7% de chance de se chocar com o nosso planeta no ano de 2029 ou 2039. Estudos a respeito dessa data ainda são conflitantes.

Os cientistas da JPL querem garantir que está tudo bem e que mesmo que o asteroide (com tamanho estimado de dois campos de futebol) colida com a Terra, não será o fim da civilização. Mas eles são obrigados a assumir que essa colisão causaria alguns problemas sérios ao planeta. Para calcular os danos que o Apophis poderia causar, é só pensar em impactos anteriores e colocá-los em uma escala.

Estima-se que a colisão do cometa/asteroide que criou a cratera Barringer tenha atingido entre 3 e 10 megatons. A erupção do Krakatoa atingiu 200 megatons. Estima-se que a possível colisão do Apophis com a Terra atinja de 800 a 1000 megatons!

Extraído de: http://blogs.discoverybrasil.com/marte/2009/10/direto-do-espa%C3%A7o.html#more

Lei do Serviço Voluntário

4 de novembro de 2009 Deixe um comentário

SERVIÇO VOLUNTÁRIO
LEI Nº 9.608 DE 1998
LEI Nº 9.608, DE 18 DE FEVEREIRO DE 1998
(DOU 19.02.1998)

Dispõe sobre o serviço voluntário e dá outras providências.

NOTA: Ver Decreto nº 4.519 de 13.12.2002, DOU 16.12.2002, que dispõe sobre o serviço voluntário em unidades de conservação federais.

Doutrina vinculada
O PRESIDENTE DA REPÚBLICA

Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte lei:

Art. 1º – Considera-se serviço voluntário, para fins desta Lei, a atividade não remunerada, prestado por pessoa física à entidade pública de qualquer natureza, ou à instituição privada de fins não lucrativos, que tenha objetivos cívicos, culturais, educacionais, científicos, recreativos ou de assistência social, inclusive mutualidade.

Parágrafo único. O serviço voluntário não gera vínculo empregatício, nem obrigação de natureza trabalhista, previdenciária ou afim.

Art. 2º – O serviço voluntário será exercido mediante a celebração de termo de adesão entre a entidade, pública ou privada, e o prestador do serviço voluntário, dele devendo constar objeto e as condições de seu exercício.

Art. 3º – O prestador do serviço voluntário poderá ser ressarcido pelas despesas que comprovadamente realizar no desempenho das atividades voluntárias.

Doutrina Vinculada
Parágrafo único. As despesas a serem ressarcidas deverão estar expressamente autorizadas pela entidade a que for prestado o serviço voluntário.

Art. 3º-A – Fica a União autorizada a conceder auxílio financeiro ao prestador de serviço voluntário com idade de dezesseis a vinte e quatro anos integrante de família com renda mensal per capita de até meio salário mínimo.

1º – O auxílio financeiro a que se refere o caput terá valor de até R$ 150,00 (cento e cinqüenta reais) e será custeado com recursos da União por um período máximo de seis meses, sendo destinado preferencialmente:
I – aos jovens egressos de unidades prisionais ou que estejam cumprindo medidas sócio-educativas; e
II – a grupos específicos de jovens trabalhadores submetidos a maiores taxas de desemprego.

2º – O auxílio financeiro será pago pelo órgão ou entidade pública ou instituição privada sem fins lucrativos previamente cadastrados no Ministério do Trabalho e Emprego, utilizando recursos da União, mediante convênio, ou com recursos próprios.

3º – É vedada a concessão do auxílio financeiro a que se refere este artigo ao voluntário que preste serviço a entidade pública ou instituição privada sem fins lucrativos, na qual trabalhe qualquer parente,ainda que por afinidade, até o terceiro grau, bem como ao beneficiado pelo Programa Nacional de Estímulo ao Primeiro Emprego para os Jovens – PNPE.

4º – Para efeitos do disposto neste artigo, considera-se família a unidade nuclear, eventualmente ampliada para outros indivíduos eu com ela possuam laços de parentesco, que forme um grupo doméstico, vivendo sob o mesmo teto e mantendo sua economia pela contribuição de seus membros. (Artigo acrescentado pela Lei nº 10.748, de 22.10.2003, DOU 23.10.2003)

Art. 4º – Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.

Art. 5º – Revogam-se as disposições em contrário.

Brasília, 18 de fevereiro de 1998; 177º da Independência e 110º da República.

FERNANDO HENRIQUE CARDOSO
Paulo Paiva.
DECRETO Nº 4.519, DE 13 DE DEZEMBRO DE 2002
(DOU 16.12.2002)

Dispõe sobre o serviço voluntário em unidades de conservação federais, e dá outras providências.
O Presidente da República, no uso da atribuição que lhe confere o art. 84, inciso IV, da Constituição, e tendo em vista o disposto nas Leis nºs 9.985, de 18 de julho de 2000, e 9.608, de 18 de fevereiro de 1998,
DECRETA:

Art. 1º – Considera-se serviço voluntário em unidade de conservação federal, para os fins deste Decreto, a atividade não remunerada, prestada por pessoa física, mediante celebração de termo de adesão com o órgão responsável pela administração da unidade de conservação federal, atendendo aos objetivos legais.

Art. 2 – O serviço voluntário exercido por pessoa física em unidades de conservação federais não gera vínculo empregatício, nem obrigação de natureza trabalhista, previdenciária ou afim, não substituindo cargo ou função prevista no quadro funcional das referidas unidades de conservação.

Art. 3º – O prestador do serviço voluntário poderá ser ressarcido pelas despesas que comprovadamente realizar no desempenho das atividades voluntárias, desde que expressa e previamente autorizadas pelo órgão responsável pela administração da unidade de conservação.

Art. 4º – Ficará a cargo do gestor da unidade de conservação federal determinar a necessidade de acompanhamento e supervisão da atividade voluntária.

Parágrafo único. O acompanhamento e a supervisão da atividade voluntária serão obrigatoriamente exercidos pelos servidores indicados e habilitados do quadro funcional da unidade de conservação.

Art. 5º – Caberá ao Ministério do Meio Ambiente implantar o serviço voluntário em unidades de conservação federais, adotando as medidas necessárias à efetiva implementação deste Decreto.

Art. 6º – Este Decreto entra em vigor na data de sua publicação.

Brasília, 13 de dezembro de 2002; 181º da Independência e 114º da República.
FERNANDO HENRIQUE CARDOSO
José Carlos Carvalho

Blogueiros sentem impacto na carreira e já ganham dinheiro com a atividade

3 de novembro de 2009 Deixe um comentário

por InfoMoney

SÃO PAULO – O uso cada vez maior da internet tem permitido que as pessoas obtenham informações, se comuniquem e troquem opiniões de forma cada vez mais rápida. Muitas, inclusive, optaram por usar o blog para divulgar textos, e já começam a sentir impactos positivos dessa atividade.

Segundo uma pesquisa da Technorati, feita com 2,9 mil blogueiros, essas pessoas sentem que a atividade está ajudando na carreira, além de aumentar a renda.

Impactos profissionais
Entre os entrevistados, 58% afirmaram que estão mais conhecidos nas suas respectivas áreas de atuação por causa do blog, e outros 15% disseram que possuem mais visibilidade na empresa em que atuam, devido a essa atividade. Já 9% deles afirmaram ter conseguido uma promoção no trabalho, e outros 25% que usam a ferramenta como um currículo, direcionando potenciais empregadores para a página da web.

Há também os profissionais que receberam uma solicitação para falar em uma conferência (36%), e os empresários que verificaram que o site atraiu mais clientes (63%), além de também ficarem com mais visibilidade no setor em que atuam (71%).

Por outro lado, publicar textos e opiniões em um blog exige cautela. Isso porque alguns blogueiros, embora poucos, dentro da amostra, foram prejudicados com a atividade: 1% recebeu um alerta ou foram demitidos por algo que divulgaram no site.

Aumentando a renda
A pesquisa também indicou que cada vez mais os blogueiros conseguem aumentar seus rendimentos com a atividade, porém, essas pessoas ainda não representam a maioria. No total, 72% não conseguem obter dinheiro com o blog, mas entre os que conseguem, 17% têm o site como a principal fonte de renda.

Além disso, 4% bloguam grande parte do tempo, como parte do trabalho que realizam para uma empresa ou organização, enquanto 9% fazem isso para o próprio negócio. Já outros 15% usam o site como uma forma de complementar os ganhos.

A grande maioria desses blogueiros consegue obter dinheiro com a publicação de anúncios ou links de marketing, mas também há 24% que aumentaram a renda devido a convites para realizar palestras sobre o assunto que tratam nos sites.

Extraído de: http://www.empreendedor.com.br/?secao=Noticias&categoria=167&codigo=14878